— Como chegar

Como chegar

Opções para chegar a Trevelin

Tomamos como ponto de partida a Cidade Autônoma de Buenos Aires. Para qualquer outra informação não hesite em contactar-nos.

A distância de Buenos Aires a Trevelin é de cerca de 1,900 km, dependendo da rota escolhida.

Para chegar ao complexo

Pela RN 259 desde Esquel entram em Trevelin, vão passar pela praça principal (onde há Informações Turísticas). De lá, pegue a estrada principal que é asfaltada (Avenida San Martin) e após 6 quarteirões virar à esquerda em Juan Manuel de Rosas. Está muito perto do centro da cidade e por estar na colina beneficia da vista sobre a paisagem.

O endereço é Juan Manuel de Rosas 552 – Trevelin.

Por avião

Opção 1. Destino: ESQUEL

De avião de Buenos Aires. Até ao momento, as únicas companhias aéreas que viajam para Esquel são:

  • Aerolineas Argentinas: Viagem às quartas-feiras, sábados e domingos.
    Na temporada alta deve ser reservado com antecedencia, uma vez que alguns vôos se completam vários meses antes.

Nota: Solicitámos às companhias aéreas a possibilidade de aumentar as frequências de vôo na temporada alta, mas até agora não conseguimos nenhum resultado positivo. Para ajudar nesta árdua campanha para promover o turismo na área, pode enviar carta o email: brcadmin@aerolineas.com.ar, por fax (02944) 42-2548 ou e Miter 185 – Bariloche – Prov Rio Preto.

  • LADE: verificar se estão fazendo vôos; são muito irregulares.

Tempo aproximado de vôo (sem escalas): 2 horas.
Do aeroporto, pode apanhar ônibus ou remises para chegar à cidade de Esquel e Trevelin (transporte público). Tempo aproximado de viagem: ½ hora.

Opção 2. Destino: BARILOCHE

Neste caso, temos vários voos diários através de:

  • LAN
  • Aerolíneas Argentinas 
  • LADE

Tempo de vôo aproximado: 1 ½ a 2 horas.

De Bariloche você pode tomar uma remise ao terminal de ônibus. Alguns serviços a Esquel são cama executiva, ou semi-cama (disponíveis a cada hora). Outra opção é contratar um remis diretamente a Trevelin.

Tempo de viagem de ônibus: 5 horas

De Esquel pode tomar ônibus, transfer ou remises para chegar à cidade de Trevelin. Tempo aproximado de viagem: ½ hora.  

Por ônibus

Existem várias empresas que fazem viagens para a cidade de Esquel.

Terminal de Ônibus de Esquel: (02945) 451-584  

Tempo estimado de viagem de ônibus: 24 a 26 horas

Existem vários serviços: Super Cama, Cama Executivo e semi-cama. Para obter mais informações sobre preços e tarifas, sugerimos que consulte diretamente com as empresas.

De Esquel pode tomar ônibus, transfer ou remises para chegar à cidade de Trevelin. Tempo aproximado de viagem: ½ hora. 

Por carro

Existem várias opções:

Existem duas opções: pela montanha (via La Pampa / via Bahía Blanca) ou pelo litoral (via Trelew).

Tempo de viagem estimado: 21 a 24 horas. No inverno calcular mais 4 horas de viagem.

Lembre-se que o combustível é mais barato na Patagônia. A redução do preço começa em Serra Grande se viaja ao longo da costa, e em El Bolson, se passar pelas montanhas (Bariloche).

Pela montanha

Opção 1

Pegue a rodovia 5 até Santa Rosa de La Pampa. De Santa Rosa seguir RN 35 até ao cruzamento com a RN 152, tomar rota através de General Acha e continuar até o entroncamento com a RN 143 a Chacharramendi, de lá continuar na Rota 20 para a província em conjunto com Rota Nacional 151 (Catriel). Ao longo da rota 151 para chegar Neuquen, siga pela RN 237 até Bariloche. Uma vez em Bariloche tomar RN 258 por El Bolson a 20 km. Depois de Epuyén tomar a RN 40 a Esquel, e depois ao longo de Rota Nacional 259 chegar a Trevelin. Esta estrada é toda pavimentada.

Outra possibilidade é seguir a RN 258, após Epuyén. Aqui começa o cascalho, mas o corredor da estrada entre lagos é muito mais pitoresco. Atravessa Cholila, Lago Rivadavia, Lago Verde (ambos no Parque Nacional Los Alerces) até chegar a Trevelin.

A distância aproximada desta opção é de 1.800 km, o mais curto de todos.

Opção 2

Tomar a RN 3 para Bahia Blanca (deve ir a Azul pela RN 3 e então lá pela RN 76 até ao cruzamento com a RN 51, que o leva para Bahia Blanca economizando cerca de 100km). De Bahia Blanca siga pela RN 22 até Neuquén e depois pela RN 237 até Bariloche. Uma vez em Bariloche tomar RN 258 por El Bolson a 20 km. Depois de Epuyén tomar a RN 40 até Esquel, e ao longo de RN 259 chegar a Trevelin. Esta estrada é toda pavimentada.

Outra possibilidade é seguir a RN 258, após Epuyén. Aqui começa o cascalho, mas o corredor da estrada entre lagos é muito mais pitoresco. Atravessa Cholila, Lago Rivadavia, Lago Verde (ambos no Parque Nacional Los Alerces) até chegar a Trevelin.

Distância aproximada à sua escolha: entre 1850 a 1900 km.

Ao largo da costa

Opção 3

Pegue a RN 3 (tomando a RN 51 como na primeira opção) a Trelew, aí deve tomar RN 25 combinada com a RN 62 até Tecka, onde tomará a RN 40 até chegar a Esquel, e desde aí ao longo de RN 259 chegar a Trevelin. Esta estrada é toda pavimentada.

A RN 25 e a RP 62 passam através da área dos vales inferiores dos rios Negro e Chubut e, em seguida, atravessa o planalto central da província de Chubut.

A distância aproximada desta opção: 1,950 km O custo é inferior pela costa, pois o combustível começa a ser mais barato em Serra Grande. No verão, a melhor escolha!

Tempo de viagem estimado: 21 a 24 horas (dependendo paragens)
Lembre-se que o combustível é mais barato na Patagônia. A redução do preço começa em Serra Grande se viaja ao longo da costa, e em El Bolson, se passar pelas montanhas (Bariloche).

Recomendações para o inverno

Tentar organizar a viagem com paragens, e informar-se do estado das rotas e do tempo poucas horas antes de viajar. Consultar a página: www.vialidad.org.ar, ou consulte-nos por email.

Deve considerar o seguinte:

- Se vier por Bariloche, na chegada em Piedra del Aguila, deve perguntar o estado das estradas. Se pensar parar em Piedra del Aguila (a 504 km de Esquel) fazer reservas com antecedência, pois há poucas pousadas e alta demanda por essas datas. A melhor coisa a fazer é optar por parar em Neuquén (a 720 km de Esquel), porque a partir daí deve tentar viajar durante o dia, de preferência depois de 10 horas (por causa do gelo).

- Se começar a nevar quando está no caminho, não se preocupe, pois a neve caída recentemente não é muito perigosa; torna-se mais difícil com maior trânsito ou depois de uma geada. É muito importante, também para os peões, sempre evitar pisar a pista: a neve não faz deslizar, mas sim o gelo compacto.

- Onde há gelo ou neve na estrada, aconselha-se a utilização de correias adequadas para o efeito. Verifique-as antes de sair. Uma vez colocadas as correiras, verificar se se adequam ou se é necessário reforçar: devem estar completamente estendidas para cumprir adequadamente o seu efeito. Não dirija a mais de 40 km / h com as correias. Quando não houver neve na estrada retire-as para não destruir os pneus e asfalto.

- Os pneus devem ser insuflados à pressão normal indicada pelo fabricante do veículo.

- Verificar a condição do veículo, como em qualquer viagem, com especial ênfase no aquecimento e degeladores das janelas.

- Coloque em seu radiador o líquido de arrefecimento adequado para seu veículo.

- Viaje com o tanque cheio de combustível e de recarga sempre que possível, especialmente em regiões pouco povoadas, já que o uso do aquecimento aumenta o seu consumo.  

- Traga o seu telefone celular ou equipamento de rádio para o inesperado.

- Obedeça a todos os sinais de trânsito, as palavras “Hielo sobre la calzada” refere a existência de gelo no pavimento.

- Esteja preparado se ocorrer uma falha na rota ou uma avaria no seu veículo, por isso sempre levar roupa extra, alimentos com alto teor calórico, como chocolates, doces ou biscoitos, etc, e uma garrafa de água mineral, lanterna, fósforos, aquecedor a gás, e kit de primeiros socorros.

- Evite, se possível, parar ou estacionar na estrada, a menos que seja uma emergência.

- Finalmente lembre-se que os sinais de limite de velocidade são estabelecidos para as condições de tráfego normal, e para neve ou gelo não deve ultrapassar 40 km / hora.

- Acelerar devagar sobre a neve ou o gelo, e lentamente diminuir ou evitar a travagem brusca, pois faz as rodas deslizar.

- A geada é mais perigosa numa descida, por isso encare as descidas numa velocidade baixa e regular, travando com motor.  

- Use sempre cinto de segurança.  

- Sempre ser solidário em circunstâncias adversas.

São todas estas as recomendações, mas não se assuste. Temos viajado muito e só nevou duas vezes enquanto estávamos a caminho.  

Muitos acreditam que a rota da costa é a melhor opção no inverno, como se na seção de Rawson a Esquel não nevasse, mas não é verdade: neva e principalmente congela. O percurso é bom, e é ainda mais seguro que chegar por Bariloche, mas tem uma grande desvantagem: quando neva muito é necessário fechar a estrada porque não existem máquinas suficientes para limpá-lo rapidamente como na parcela de Bariloche – Esquel. Antes de sair pode verificar se este caminho está ou não fechado.

facebooklikebutton.co